01 maio, 2007

And the Oscar goes to...

Your's truly ganhou um concurso de escrita. Foi do Hificlube e o seu mentor, JVH, disse sobre o texto, o seguinte:

"Eis o texto vencedor, que eu próprio não me importaria de ter assinado: cumpre integralmente o regulamento, é original, sucinto, e a escrita, que, sendo sobre música, utiliza a técnica do leit-motif , é simples, correcta, elegante e fluida. A Arte de escrever pouco e dizer muito."

Passo a reproduzir o texto que me valeu um belo prémio em géneros:


O ar. Coisa sublime pensar que o mesmo ar que respiramos é aquele que nos permite ouvir. Leis da Física à parte, permito-me metaforizar o ar como a escultura do músico e o Hifi como a sua mais sentida homenagem: a imitação.

Só é possível respeitar o trabalho do artista imitando-o o mais próximo da sua essência. Sem tirar nem pôr. É esse o verdadeiro prazer de ouvir música: sentir a proximidade do músico e da sua obra, mesmo que separados por tempo e espaço.

Não se trata só de ouvir. O Hifi coloca-nos num mundo à parte. Situa-nos na realidade tangencial das ideias e emoções da composição. Leva-nos em viagens indescritíveis pelos campos de batalha de 1812 onde, em êxtase, Tchaikovsky faz ribombar canhões. À mente obscura de Mussorgsky, penetrando em quadros de uma exposição. Dos ritmos quentes de Cuba, à coolness do sax de Coltrane.

Neste sentido, o equipamento Hifi é uma orquestra em segunda-mão. Cada cabo, cada célula, cada transístor é um instrumento musical ao serviço da arte e da sua finalidade: tocar as pessoas.

Há fabricantes que entendem esta missão e militam reverentemente pela criação de peças de culto que leiam, amplifiquem e traduzam a magia da música.

Outra Arte não menor é divulgar estas ideias com clarividência. Então, o Hificlube é, antes de mais, um serviço público na demanda do prazer da reprodução musical. E uma referência em termos de qualidade, informação, abrangência de conceitos e independência.

Das ideias aos projectos, das palavras à pureza do som, espero do Hifishow 2007 que seja como uma exposição de Arte. Cada peça, uma obra. Cada sistema, uma interpretação da realidade.

2 comentários:

El Comandante disse...

faltou escrever: modéstia à parte...

parabéns pah

BM disse...

Isto é arte! EspadArte! :)